Conheça melhor a história do Pilates


Joseph Hubertus Pilates nasceu na Alemanha em 1880. Era uma criança doente que sofria de asma, raquitismo e febre reumática. Sua determinação em se tornar fisicamente mais forte o levou a estudar varias formas diferentes de movimento durante toda sua vida. Na juventude estudou e se tornou especialista em cultura física, mergulho e ginástica.

Durante a Primeira Guerra Mundial, em 1912, Joseph Pilates ganhava a vida na Inglaterra como lutador de boxe e foi considerado um inimigo estrangeiro sendo preso em um campo de concentração. Pilates tornou-se então enfermeiro e treinou os outros estrangeiros com os exercícios de cultura física que havia criado. Sua técnica só foi reconhecida quando nenhum dos internos daquele campo sucumbiram a uma epidemia de gripe que matou milhares de pessoas na Europa em 1918.

Em 1926 Pilates emigrou para os Estados Unidos e fundou um studio na cidade de Nova Iorque. Denominando seu método como ” Contrologia “.

Joseph Pilates viveu uma vida longa e saudável, morreu em 1967, aos 87 anos. Desde então o método cresceu muito e hoje em dia, o Método Pilates não é usado mais somente como atividade física, mas também para fins de reabilitação, podendo tratar uma grande variedade de patologias.

Pilates naquela época já estava 50 anos à frente do seu tempo. A definição de Pilates para um bom condicionamento físico é a obtenção e manutenção do desenvolvimento uniforme do corpo, saúde mental e ser capaz de realizar com facilidade suas atividades de vida diária.

Todos os exercícios para Joseph Pilates eram baseados em fortalecimento muscular com alongamento, por isso ele já dizia na época: se um indivíduo tem 20 anos e está encurtado, é um velho. Porém se tem 60 anos e tem flexibilidade e força é um jovem.

Hoje em dia, os estúdios trabalham com aulas de uma hora de duração com no máximo 3 alunos por instrutor mesclando os exercícios nos aparelhos ( Cadillac, Reformer, Cadeira Combo, Unidade de Parede), nos acessórios (Bolas, Meia Lua, Ladder Barrel e Flex Ring) e exercícios no Mat (solo). O método é indicado também para o tratamento de diversas enfermidades musculoesqueléticas.

»
«

1 comentário

  1. cleide a f martins comentou:

    Estou para iniciar no Pilates e creio que esta é uma prática abençoada por Deus pelos seus benefícios conseguidos com o uso correto do próprio corpo que o Criador projetou com tanto esmero e sabedoria !.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>