PILATES NO A.V.C


AVC

O AVE é a principal causa de incapacidade neurológica, sendo comum em todo o mundo, os déficits neurológicos levam para a maioria dos portadores, uma vida sedentária, com limitações das Atividades de Vida Diária (AVD’s) e atividades de Vida Instrumentais (AVDI’s).
A perda de força em pacientes pós AVE diminui acentuadamente a capacidade para as tarefas diárias e as habilidades de deambular.
A participação em exercícios regulares a longo prazo, é essencial para a manutenção de endurance e força muscular, atenuando os riscos de problemas ligados à doença cardiovascular.
O Método Pilates tem como intuito o condicionamento físico e mental, melhorando flexibilidade, consciência corporal, equilíbrio e força, consequentemente propiciando uma melhora na funcionalidade.
O Pilates é uma técnica que pode ser utilizada na prevenção de doenças ou na reabilitação. Assegurando-se dessas informações foi desenvolvido um protocolo do Método Pilates, com a finalidade de utilizar em pacientes com sequelas motoras pós AVE, como técnica sinergista à Fisioterapia.
Por meio de uma avaliação Cinesio-funcional realizada antes e após as 10 sessões de Pilates, foram obtidos os resultados encontrados na pesquisa que demonstraram que o Método Pilates associado a Fisioterapia apresentou melhoras significativas no equilíbrio, na marcha e na força muscular, Lembrando que os pacientes apresentam sequelas neurológicas, em que a evolução terapêutica é geralmente a longo prazo, levando a sugerir que o prosseguimento da terapia poderá refletir em um resultado de forma significativa.

Fonte:

»
«

1 comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>