Pilates nas Lombalgias


Quando temos um diagnóstico de Lombalgia, significa dizer que ocorre uma alteração musculoesquelética na região lombar que pode ou não estar associado com alguma lesão mais séria.

Geralmente o Encurtamento dos músculos paravertebrais e dos flexores do quadril associado com a fraqueza da musculatura abdominal ,podem gerar sobrecarga e dor na região lombar.

Imagine a sua coluna como sendo um poste que deveria estar bem firme e estável devido à estabilização e força da musculatura abdominal. Neste poste você pendura um mastro (perna) através de um cabo (músculo flexor do quadril ou íliopsoas); quando o cabo encurta, ele eleva o mastro (a perna sobe) e quando o cabo se alonga o mastro desce. Você consegue imaginar? Agora imagina que este poste (coluna) não tem uma boa fundação (abdômen flácido), ele está mole e solto, quando você tenta elevar o mastro (perna) encurtando o cabo, o peso do mastro (perna) traciona o poste (coluna-lombar) para frente, mas mesmo assim você continua subindo o mastro (perna). Para que o poste não caia a frente, um novo cabo (musculatura da lombar e piriforme) vai entrar em jogo puxando para trás para fazer o trabalho que a fundação não está mais fazendo (musculatura abdominal). Quanto mais fraca a estrutura-fundação do poste (abdômen) maior a tensão que a musculatura posterior vai receber causando um estresse podendo gerar contraturas.

OBJETIVOS DAS AULAS DE PILATES

Trabalhar alongamentos de toda a cadeia posterior, do músculo Piriforme e dos Flexores do Quadril.

Re-treinar e fortalecer o abdômen, todo movimento deve começar pela conexão do transverso abdominal, que é um músculo abdominal mais profundo. Ele deve manter a coluna neutra sem deixar a lombar ser tracionada para frente, de forma que a musculatura lombar possa relaxar preservando os espaços intravertebrais, (figura1).

Mobilizar todas as vértebras dividindo assim a tensão no maior número possível de articulações para diminuir a alavanca e conseqüentemente a Tensão paravertebral (figura2).


»
«

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>