Revista Nova Fisio


Revista Nova Fisio

Pilates aprimora o ato sexual. Exercício trabalha os mesmos músculos usados durante a relação sexual.
Quando pensamos em exercício físico, na maioria das vezes, focamos na saúde, estética, aliviar o estresse ou mesmo na recuperação de alguma lesão. Além desses benefícios, certos exercícios agem como grandes aliados para aprimorar o desempenho sexual de homens e mulheres. Pouca gente sabe, mas o pilates, método criado por Joseph Pilates na década de 20, pode ajudar e muito na hora da relação sexual. Isso é possível porque os exercícios melhoram a flexibilidade, a postura, a respiração, a coordenação e fortalece os diferentes grupos musculares, como os períneos e adutores (parte interna da coxa), os mesmos usados nas posições sexuais.

Além disso, o pilates ajuda a liberar serotonina, hormônio associado ao humor e ao prazer, o que diminui o estresse, uma das principais causas para o mau desempenho sexual.

– Além de propiciar a sensação de prazer e bem estar, a serotonina contribui para deixar a pessoa mais sensível aos estímulos sexuais – explica Michel Salgado, fisioterapeuta e sócio-diretor da Metacorpus Studio Pilates. Ele também aponta a melhora da mobilidade pélvica (bacia) e do quadril e o aumento do alongamento muscular.

– Já tive pacientes que relatavam dor lombar durante o ato sexual, que melhorou com o fortalecimento abdominal e o alongamento dos músculos da coluna – relata Rodrigo Nascimento, coordenador técnico. Segundo ele, outro ponto positivo é a manutenção da isometria (contração do movimento) por tempo prolongado, o que favorece a musculatura a se manter em uma postura por um tempo prolongado, retardando assim a fadiga muscular.

E não para por aí, quando o assunto é saúde, o sexo prazeroso fica lado a lado com a prática regular de exercício e uma alimentação equilibrada, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

– Costumamos associar saúde apenas à aparência física. Os programas de bem-estar oferecidos pelos nossos estúdios são elaborados para que as pessoas entendam saúde como a conexão entre corpo e mente. Com mais consciência do corpo, ganhamos também maior consciência sobre nossos estados mentais. Um momento de raiva ou de grande frustração, por exemplo, tem um impacto forte sobre a saúde do corpo – alerta Michel Salgado, que de 2000 a 2002 foi o fisioterapeuta do Centro de Futebol Zico.

»
«

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *