Santuário de Aparecida


Método é ótima opção para adolescentes

Atualmente é muito comum que boa parte dos adolescentes permaneça por muitas horas na frente do computador ou de vídeogames. Muitas vezes com postura incorreta, sem realizar nenhuma atividade física. Com isso, grande parte da juventude acaba tendo problemas posturais, dores nas articulações e redução da flexibilidade. Diante disso, uma ótima opção de exercício para a nova geração é o Pilates, que ganha força nas academias de todo o Brasil, ou melhor dizendo, de várias partes do mundo. Apesar de ainda não existirem números oficiais exatos de academias, estúdios ou de pessoas que pratiquem o método aqui no Brasil, estima-se que somente nos Estados Unidos mais de 10 milhões de pessoas já sejam adeptas do Pilates. No método, os exercícios são suaves, porém trazem grandes resultados e não há desgaste físico, por isso é recomendado aos adolescentes para auxiliar nos desajustes posturais, desequilíbrios musculares e no período de crescimento rápido característico da fase.

Na adolescência, os jovens estão mais suscetíveis às situações de risco para a coluna, principalmente aquelas referentes à utilização de mochilas e postura inadequada. Com a prática, os resultados são duradouros e não só fortalecem os músculos, como também os órgãos internos. Além da mobilidade e correção da postura, ele facilita a drenagem linfática e estimula o sistema circulatório. Segundo o fisioterapeuta Michel Salgado, o método é moldado de acordo com o objetivo do aluno e suas limitações. Ele conta que a adolescência representa um momento crucial para o desenvolvimento físico, postural e motor, sendo uma fase primordial para a maturação do esqueleto. Salgado ainda tranquiliza aqueles que têm dúvidas: “O Pilates não traz nenhum malefício nessa fase, pelo contrário, pode contribuir para uma melhor postura na principal fase da estabilização músculo- -esquelética”. É uma prática que também traz benefícios estéticos para regiões do corpo, como, por exemplo, abdômen, ombros e musculatura das costas. Na maioria das vezes antes das primeiras 10 aulas.

A professora de educação física e especialista em filosofia e cinesiologia do exercício, Andréia Alves de Almeida Oliveira, também garante que não existe nenhuma contraindicação quanto à pratica do método por adolescentes. Ela acrescenta que, desde que se tenha um acompanhamento individual, o praticante também pode conciliar a atividade com a academia, sem que se ocasione nenhum risco. É também um poderoso aliado para a saúde psicológica. “O Pilates, assim como tudo que faz bem ao corpo e a mente, melhora sem dúvida a autoestima das pessoas”, aponta.

Conheça mais benefícios

O Pilates no período da adolescência atua como um importante aliado, prevenindo e estruturando a postura, evitando escolioses e cifoses. Entre os principais benefícios pode-se destacar o ganho de flexibilidade, habilidade, força, mobilidade. O que diferencia o Pilates da musculação são os princípios de: “mente sã e corpo são”. Pilates criou uma atividade física baseada em seis princípios básicos: respiração, concentração, controle, alinhamento, centralização e integração de movimentos. Além disso, com o método, é possível conseguir obter massa muscular. Veja quais são os principais benefícios: – Consciência corporal. – Fortalecimento muscular. – Aumento da flexibilidade. – Melhora da coordenação motora. Os resultados desses benefícios são jovens mais preparados para enfrentar os desafios típicos da idade com mais equilíbrio, menos dores e maior consciência sobre o próprio corpo. Quanto mais cedo se inicia o trabalho com a musculatura e correção da postura, maiores serão as perspectivas e as melhorias na qualidade de vida. Mas vale lembrar que o Pilates deve ser aplicado por profissionais, pois somente com a correta utilização e aplicação e com o completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo é que a prática do método resultará nos seus diversos benefícios.

Origens

Elaborado em 1920 pelo alemão Joseph Pilates, teve diversas influências como yoga, zen budismo, artes marciais. Posteriormente foram sendo incorporados elementos do rolfing, feldenkrais, power yoga, fisioball, gyrokinesis. É aliado indispensável para alinhamento da postura, além de tonificar o corpo e torná-lo saudável, forte e, consequentemente, bonito. Reforçando o que já foi dito, o Pilates é um método de alongamento e reeducação do movimento, composto por exercícios profundamente alicerçados na anatomia humana, capaz de restabelecer e aumentar a flexibilidade e força muscular, melhorar a respiração, corrigir a postura, prevenir lesões e diminuir dores. Joseph Pilates, quando criança, era doente, sofria de raquitismo, asma e febre reumática.

Na adolescência prevendo seu futuro numa cadeira de rodas, começou a estudar, como autodidata, anatomia e fisiologia humana e fundamentos de medicina oriental. Com isso desenvolveu exercícios em aparelhos rústicos inventados por ele mesmo. Praticando esses exercícios em aparelhos, criou seu próprio método e tornou-se obcecado em superar suas limitações físicas. Com essa prática, ainda jovem tornou-se ginasta e mergulhador. Finalmente desenvolveu cerca de quinhentos exercícios que o ajudaram, bem como seus seguidores, a levar uma vida longa e saudável. Comparando com a musculação e outros exercícios físicos, o método age com menos repetições de movimentos do que a musculação. Trabalha-se também a postura mais adequada para realização dos exercícios.

»
«

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>