Bairros.com


Especialista sugere pilates para siliconadas
Entre outros benefícios, método evita má postura

Além dos benefícios oferecidos ao corpo pelo pilates, como condicionamento físico, especialistas da área garantem que o método também é um forte aliado na recuperação de mulheres que implantaram próteses de silicone dos seios e que querem garantir os melhores resultados estéticos. O fisioterapeuta Michel Salgado, um dos sócios da Metacorpus Studio Pilates, explica que, depois do processo pós-operatório, o retorno das pacientes aos exercícios demora de dois a três meses. Mas segundo ele, mesmo depois desse tempo, algumas pessoas ficam com medo de voltar ou até mesmo de iniciar qualquer tipo de atividade física.

— Devido à aplicação da prótese, a mulher passa a sofrer uma série de mudanças. Uma delas é provocada pela falta de postura corporal, gerada pela intervenção cirúrgica, sobrepeso do material implantado e pelas cicatrizes, que a induzem a uma autoproteção corporal. Ou seja, para não se machucar, ela evi$fazer qualquer exercício. No entanto, a prática dessas atividades são fundamentais, pois o aumento do volume dos seios pode gerar hipercifose torácica e rotação interna dos ombros, principalmente, se a prótese for colocada por baixo do músculo peitoral — explica Salgado.

Mas não pense que você pode implantar silicone e sair correndo por aí para fazer as atividades. De acordo com o fisioterapeuta, para começar a praticar o pilates ou qualquer outro exercício físico, é necessário que a pessoa que fez o implante já tenha recebido alta médica.

Aos 24 anos, a empresária Fernanda Crissia Schonarth recomenda a prática. Depois de ter suas duas filhas, ela decidiu botar silicone nos seios, há cerca de um ano.

— Eu já fazia pilates antes, mas após a cirurgia fiquei com muito receio. Mesmo já tendo liberação médica, era muito dolorido. Mesmo assim, tomei coragem e voltei a frequentar as aulas e foi ótimo. Logo senti a diferença. Meus seios ficaram tonificados mais rapidamente — garante a empresária.

Apesar de ter feito a cirurgia $á mais tempo, a aposentada Lucélia Carvalho da Silva, de 71 anos, também afirma que percebeu mudanças em seu corpo, depois que começou a praticar o pilates.

— Fiz uma cirurgia para a retirada de um cisto há 15 anos e, antes, nunca tinha feito atividade física alguma. Nos últimos cinco anos, venho fazendo os exercícios de pilates e me sentindo muito bem. Meus músculos e meus seios ficaram muito mais rígidos. Eu me sinto bem melhor. Se eu soubesse desses benefícios antes, teria começado mais cedo — brinca a aposentada.

Além de ser uma ótima opção para as mulheres siliconadas, a prática desenvolvida pelo ginasta e treinador alemão Joseph Pilates pode ser feita por qualquer pessoa interessada na saúde do corpo, pois seu método é usado na reabilitação e bem-estar geral. Os exercícios, que podem ser realizados em aparelhos ou no chão, sobre um colchonete, favorece também o emagrecimento; aumenta a flexibilidade; melhora o fôlego e o funcionamento de pulmões e coração; combate o estresse e enrijece a musculatura corporal.

»
«

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *